sexta-feira, 19 de março de 2010

Vantagens do álcool: combate impotência, reduz problemas cardíacos e “ajuda” a perder peso

ResearchBlogging.org
Você acredita que algumas doses de álcool por dia podem combater a impotência (disfunção erétil), reduzir problemas cardíacos (indiretamente pela redução da impotência) e ainda levar à perda de peso?  Há trabalhos mostrando tudo isto. O texto recebido do amigo Rizzo fala sobre os dois primeiros tópicos e ainda acrescentei o da perda de peso. Isto é que é notícia para o final de semana.
Disfunção erétil
Os homens que costumam tomar alguns drinques com regularidade têm melhor desempenho sexual do que aqueles que nunca tomam bebidas alcoólicas. A constatação é de pesquisadores do Keogh Institute for Medical Research, da Austrália, que, no entanto alertam: tomar um porre pode ser um tiro pela culatra. Ou seja, o segredo para ser bom de cama está em consumir bebidas com moderação.
O estudo, realizado com 1.580 homens, evidenciou que aqueles que bebiam até 5 doses por semana (porção considerada moderada) tinham uma vida sexual mais ativa e satisfatória do que os que não bebiam nunca ou aqueles que exageravam. Segundo o médico Kew-Kim Chew, coordenador da pesquisa, a incidência de problemas de ereção era 30% menor naqueles que tinham o hábito de beber alguns drinques por semana.
O médico explica que a bebida alcoólica em doses moderadas pode ajudar a desinibir e também pode melhorar a função circulatória, que está diretamente ligada aos problemas de ereção, uma vez que depende da irrigação sanguínea do pênis.
Foram avaliados na pesquisa alcoólatras, homens que bebiam as doses recomendadas pela Organização Mundial de Saúde (OMS), os abstêmios e aqueles que não bebiam nada durante a semana, mas exageravam no fim de semana. Os que tinham mais risco de disfunções eréteis eram os alcoólatras, seguido dos que exageravam no fim de semana.
Para o cientista, a descoberta é animadora, já que mostra que beber moderadamente pode trazer benefícios para a vida sexual. Também indica que homens com disfunções eréteis não precisam abandonar o álcool completamente. "A vida sedentária e o cigarro têm mais impacto na disfunção erétil do que o álcool", diz.
Problemas cardíacos
Outro estudo, da Alemanha, divulgado esta semana, concluiu que, entre os homens que sofrem de problemas do coração, os que também apresentam quadros de impotência têm chances em dobro de ter ataques cardíacos.
Além disso, a probabilidade de os portadores de disfunção erétil sofrerem um derrame cerebral é 10% maior do que a dos demais pacientes cardíacos. A principal causa da impotência e dos problemas cardíacos é a má circulação.”
“Redução” de peso
Ainda podemos acrescentar que o consumo leve ou moderado de álcool não está relacionado com aumento de peso
“Compared with nondrinkers, initially normal-weight women who consumed a light to moderate amount of alcohol gained less weight and had a lower risk of becoming overweight and/or obese during 12.9 years of follow-up.”
Conclusão:
Álcool, com moderação, parece fazer bem à saúde, mas não abuse… Lembre: se beber, não dirija.
Ilustração: O álcool na pirâmide alimentar.

Chew KK (2009). Alcohol consumption and male erectile dysfunction: an unfounded reputation for risk? The journal of sexual medicine, 6 (8) PMID: 19493284

Böhm M, Baumhäkel M, Teo K, Sleight P, Probstfield J, Gao P, Mann JF, Diaz R, Dagenais GR, Jennings GL, Liu L, Jansky P, Yusuf S, & for the ONTARGET/TRANSCEND Erectile Dysfunction Substudy Investigators (2010). Erectile Dysfunction Predicts Cardiovascular Events in High-Risk Patients Receiving Telmisartan, Ramipril, or Both. The ONgoing Telmisartan Alone and in combination with Ramipril Global Endpoint Trial/Telmisartan Randomized AssessmeNt Study in ACE iNtoler Circulation PMID: 20231536

Wang L, Lee IM, Manson JE, Buring JE, & Sesso HD (2010). Alcohol consumption, weight gain, and risk of becoming overweight in middle-aged and older women. Archives of internal medicine, 170 (5), 453-61 PMID: 20212182

Um comentário: