quinta-feira, 18 de fevereiro de 2010

Ecos do "Signaling in Cell Death, Cancer and the Immune System"


Post de Valéria Borges
Ocorreu no Club Med Rio das Pedras, no período de 08 a 11 de Fevereiro de 2010, o congresso científico internacional “Signaling in Cell Death, Cancer and the Immune System – Signaling 2010. A Comissão Organizadora do evento composta por Gustavo P. Amarante Mendes, Karina Ramalho Bortoluci, Patricia Bozza, João Paulo de Biaso Viola, Roger Chammas e Luiz Vicente Rizzo esta de parabéns, pois conseguiu trazer para o encontro alguns dos maiores líderes da pesquisa em suas áreas, os quais compartilharam com os presentes seus mais recentes resultados e as suas considerações pessoais sobre os temas discutidos. 
O programa científico abordou informações atuais e de fronteira sobre pesquisa em biologia celular e molecular, oncologia e imunologia, com ênfase nos mecanismos moleculares que coordenam processos de transdução de sinal bioquímico ativados por receptores citoplasmáticos ou localizados na superfície celular. O formato deste encontro incluiu 2 Conferências Especiais, 41 Palestras e 24 mini-apresentações de estudantes de doutorado, pós-graduação ou de jovens pesquisadores que foram selecionadas dos resumos submetidos ao Congresso. A sessão permanente de apresentação de Pôsteres foi planejada para duas noites onde foi intensa a interação entre estudantes e pesquisadores abrindo a possibilidade de intercâmbio de conhecimento e aprimoramento dos trabalhos em curso. Dentre os pôsteres, a Comissão selecionou 9 trabalhos que receberam a premiação ao final do evento como reconhecimento do trabalho e estímulo a novos desafios.
Dentre as diversas excelentes apresentações de pesquisadores estrangeiros merecem destaque as de: 
Luke O’Neil  (Dublin, Ireland): “The IL-1 receptor/Toll-like receptor superfamily: 10 years of progress”; 
Ruslan Medzhitov (New Haven, USA): “Social behavior of cells: cooperation, sacrifice and competition”; 
Peter Weller (Boston, USA): “Signaling mechanisms regulating human eosinophil secretion”; 
Dan Littman (New York, USA): “Role of microbiota in inflammatory T cell; 
David Russell  (Ithaca, USA) “Innate immunity and the development of active tuberculosis” 
Miguel Soares (Oeiras, Portugal.): “Towards a molecular basis for host tolerance to Plasmodium infection” differentiation”. Entretanto, sem dúvida 
Doug Green (Memphis, USA) roubou a cena não só pela sua brilhante palestra “How cells die”, mas também por seu entusiasmo contagiante e humor ímpar.
Dentre os pesquisadores brasileiros participaram dentro dos simpósios de temas variados: Ricardo Gazzinelli, Elvira Saraiva; Dario Zamboni,  Sérgio Costa Oliveira; Mauro Teixeira; Mauricio Rodrigues e Marcela Lopes. No último dia, participaram de uma mesa redonda sobre sinalização: Rafael Linden, “The prion protein and the immune system, and the other way around” e, Sergio Lira, “Chemokine receptor oncogenes”. 
O LIMI também esteve representado por Dr Johan Van Weyenbergh que apresentou o trabalho intitulado “IFN/STAT 1 and Fas/ FasL signaling determine cell faith in adult T-cell leukemia”. 
O sucesso desse evento reflete a importância do estudo da sinalização nas áreas de morte celular, inflamação, câncer e sua interface com a imunologia básica e aplicada, bem como reforça a participação da pesquisa brasileira de forma atuante e séria nesses temas.

Um comentário:

  1. Gustavo P. Amarante-Mendes18 de fevereiro de 2010 16:10

    Queridos Barral e Valéria,
    Agradeço imensamente, em nome da Comissão Organizadora do evento, o carinho e a divulgação deste nosso evento.
    De fato, inúmeras pessoas, brasileiros e estrangeiros, disseram ter sido este um dos melhores meetings que já participaram.
    O Ruslan acabou de me escrever um e-mail dizendo que o assunto lá na Yale é o enorme sucesso do nosso congresso. Vale a pena aproveitar para divulgar que o Gerry Melino nos encomendou um "Meeting Report" para ser publicado na "Cell Death and Differentiation"!!!
    Abraços a todos!
    Gustavo

    ResponderExcluir